Segundo uma notícia do Jornal de Negócios, os funcionários da Maternidade Dr. Alfredo da Costa foram proibidos de prestar declarações à comunicação social por ordem da Autoridade Regional de Saúde.

autores: Rui Viana Pereira ; 13/04/2012 ; secção: Artigos
Data do evento:
27/04/2012

12/04/2012 ; secção: Eventos
Data do evento:
10/04/2012

O Governo quer fechar umas das instituições mais úteis e emblemáticas do país: a Maternidade Dr. Alfredo da Costa.

A Maternidade situa-se num dos terrenos urbanos mais valorizados da cidade de Lisboa – não é difícil adivinhar o negócio imobiliário e financeiro que se esconde por detrás desta decisão política que despreza e afecta directamente os interesses de mais de um milhão de pessoas.


Maternidade Dr. Alfredo da Costa, em Lisboa
foto de ema021

Vem participar no abraço humano para salvar a Maternidade Alfredo da Costa!

Ponto de encontro: em frente da porta principal da Maternidade – dia 10 de Abril, às 19h.

10/04/2012 ; secção: Eventos

Transcrevemos aqui um artigo de opinião de Tiago Ivo Cruz sobre a acção aniquiladora do poder político no presente e no futuro da vida cultural portuguesa.

Está em causa, mais uma vez, o estafado argumento da crise da dívida como desculpa para aniquilar uma riqueza colectiva que, depois de destruída, jamais será recuperável – o que justifica a apresentação deste artigo sobre cultura (e esperemos que outros futuramente) neste sítio dedicado à dívida pública.

autores: Tiago Ivo Cruz ; 01/04/2012 ; secção: Opinião
Data do evento:
17/04/2012

Temas:

  • Possível preparação de um vídeo/doc
  • Análise dos últimos acontecimentos e situação política

 

31/03/2012 ; secção: Eventos

A indignação e a luta vão muito mais longe e muito mais fundo do que a comunicação social portuguesa nos dá a entender. A energia e a imaginação dos movimentos sociais na Europa, Magrebe e Américas são verdadeiramente inspiradores e estão a assustar muito mais o poder do que poderíamos imaginar - a cimeira dos G8 teve de ser transferida para Camp David. A realização de concentrações de solidariedade com a greve geral portuguesa de 22-março, em Tunes e em Atenas, são um exemplo claro de como os movimentos sociais de resistência e luta nesses países já entenderam bem o carácter internacional de todas as lutas locais.

30/03/2012 ; secção: Artigos

Uma narrativa pessoal da passagem pelo Ensino Superior e tudo o que isso me ensinou sobre as maravilhas do neoliberalismo, dos mercados livres e do mecenato bancário.

autores: Duarte Guerreiro ; 28/03/2012 ; secção: Opinião

Passados quase 5 meses sobre a publicação de um apelo à auditoria cidadã em França, o processo entrou numa fase decisiva e a mobilização popular ganhou uma dinâmica invejável. É notável sobretudo a forma como o carácter duma auditoria cidadã foi rapidamente apreendido e implementado pela movimentação cívica francesa – o processo vive da mobilização cidadã a nível local e sectorial.

autores: Rui Viana Pereira ; 23/03/2012 ; secção: Artigos

Para alguém que não ponha os pés numa universidade há muitos anos, entrar num estabelecimento de ensino superior pode ser uma experiência chocante – em muitos casos a primeira coisa que se vê em destaque à entrada é um banco comercial, ao ponto de nos fazer pensar que talvez nos tenhamos enganado na morada e entrado num centro comercial.

As faculdades foram desde tempos imemoriais uma espécie de templo sagrado – imune à imundície exterior, dedicado à preservação do conhecimento colectivo. É certo que esse templo é também a fábrica donde saem as armas do poder ideológico (o mais determinante de todos, segundo alguns autores) e portanto a sua imunidade à imundície do poder sempre foi relativa. Mas ainda assim durante muito tempo conservou alguma independência.

autores: Rui Viana Pereira ; 21/03/2012 ; secção: Opinião

As PPP apresentam-se para os próximos anos como um dos inúmeros projectos mal pensados e executados que irão delapidar a riqueza nacional em troco duma mão cheia de pó. Como surgem as PPP? Quem beneficiam? Qual o seu custo?

Nota: Agradeço aos membros do CADPP pelas correcções e acrescentos a este documento.

autores: Duarte Guerreiro ; 17/03/2012 ; secção: Opinião

Ciclo documental sobre a crise da dívida na Islândia e a surpreendente resposta da população.

De 8 a 29 de Março, às quintas, no espaço Nimas: Av. 5 Outubro, 42B, Lisboa

12/03/2012 ; secção: Artigos
Data do evento:
14/03/2012

Temas :

  • Relação entre o défice e a dívida
  • formas de participação na próxima greve geral – preparação de um folheto com todas as razões para anular a dívida

 

12/03/2012 ; secção: Eventos

O texto “a economia não tem culpa” aqui publicado a 19 de Janeiro foi escrito como comentário numa discussão e não tinha em mente a sua publicação. Nesse texto a “economia” refere-se à ciência social que estuda os fenómenos económicos, sejam lá o que eles forem, e não se refere a esses fenómenos económicos em si.

Seja como for, se existe um texto com semelhante título, então deve também existir, do mesmo autor, uma tentativa de atribuição de responsabilidades neste processo a que chamamos “a crise”.

autores: al.wragg ; 11/03/2012 ; secção: Opinião

Breve crónica parcial e comentada da IAC. A aventura da criação duma auditoria cidadã à dívida pública portuguesa.

autores: Rui Viana Pereira ; 10/03/2012 ; secção: Opinião

Um projecto de auditoria popular para a anulação da dívida pública com fundamento na sua ilegitimidade. Eis aqui, de forma lapidar, uma declaração de princípio que encerra os elementos essenciais que enformam o nosso movimento:

autores: Luciano Silva ; 04/03/2012 ; secção: Opinião

Pages