Marques Mendes considera nova empresa pública para gerir PPP “uma provocação”

Marques Mendes considerou esta quinta-feira à noite “uma provocação a quem tem de pagar mais impostos” e um “escândalo” a criação de uma nova empresa pública (EP) para gerir as Parcerias Público-Privadas (PPP) anunciada esta semana pelo Governo.

Revelou também que, nos últimos três anos, o executivo criou oito novas empresas públicas, o que representou “31 novos administradores, todos com vencimentos iguais ou superiores aos de ministros”. [...]

Marques Mendes lembrou que, nos últimos três anos, “já em tempo de crise”, foram criadas oito novas empresas públicas [...].

Novas empresas públicas que, segundo ex-líder do PSD, “podem ser extintas, porque têm competências sobrepostas a outras entidades do Estado”. [...]

Fontes e referências: 

Público, 02-12-2010, por Luciano Alvarez

Editores: 
RuiVianaPereira
Secção: 
Temas: