Estilo editorial e redactorial

Este sítio adopta uma folha de estilo que determina a aceitação ou rejeição das contribuições escritas:

  • os artigos ostensivamente adjectivantes serão ou corrigidos pelos editores ou preteridos em favor de artigos alternativos;
  • a crítica pessoal, que achamos deslocada neste lugar, será desencorajada, corrigida ou recusada;
  • o uso sistemático de jargão técnico acarretaria a exclusão do leitor comum; por isso tenderemos a rejeitar esse tipo de artigos, quando exista alternativa; as exposições desnecessariamente rebuscadas e académicas serão liminarmente recusadas ou adaptadas com menção da fonte;
  • todos os artigos contendo dados concretos, notícias e informações devem incluir indicação das fontes e ligações para as mesmas; caso contrário serão deslocados para a secção de opinião;
  • os artigos de opinião não estão sujeitos ao último critério referido mas sujeitam-se a todos os anteriores;
  • os editores são obrigados a assinar pessoalmente o seu trabalho em cada artigo; exceptuam-se os artigos colectivos (estas páginas editoriais).

Esta publicação adopta as normas ortográficas portuguesas em vigor nas últimas décadas, recusando a aplicação do novo acordo ortográfico – por fortes razões técnicas e políticas que podemos defender em lugar próprio, e das quais adiantamos desde já as seguintes: o novo acordo é um exemplo típico da uniformização desnecessária e forçada dos povos e das culturas, feita em nome dum tipo de globalização que se confunde com imperialismo e que recusamos militantemente. Todos os artigos publicados serão corrigidos em função desta postura.

Secção: