CADTM - pt

Subscribe to CADTM - pt feed CADTM - pt
CADTM, Comité pour l'abolition des dettes illégitimes
Updated: 1 hour 1 min ago

O não pagamento feminista da dívida

Tue, 12/12/2017 - 19:05
Falar de dívida é falar de soberania. A soberania da qual temos sido despojadas – as “devedoras”– por parte dos credores através da “dividocracia” em que vivemos. Falamos de dividocracia quando pagar dívidas é mais prioritário do que satisfazer as necessidades básicas da população, quando cumprir os requisitos e as expectativas dos mercados é mais importante do que cumprir os direitos econômicos, sociais e culturais do nosso povo. A dividocracia se converteu em uma nítida ferramenta de espoliação da (...) - Português / , ,
Categories: CADTM

Catalunha: os Comitês de Defesa da República (CDR) mudam o jogo!

Tue, 05/12/2017 - 15:50
Mais uma vez, o silêncio ensurdecedor dos media na Catalunha não significa que nada está a acontecer e a merecer a nossa atenção. Na verdade, é o contrário. Por exemplo, a repressão assume dimensões históricas e não tem precedentes «em tempo de paz» num «estado democrático» europeu. Isso abala as nossas certezas, faz-nos entrar numa nova era (pesadelo) e enquadrada por uma situação completamente nova em toda a Europa. Uma situação que, logicamente, deveria ter levado os democratas e outros europeus de (...) - Português / ,
Categories: CADTM

Brasil: o Banco Mundial como ator intelectual

Mon, 04/12/2017 - 08:59
Nos últimos dias, o Banco Mundial divulgou o relatório intitulado “Um ajuste justo: análise da eficiência e equidade do gasto público no Brasil”, com diversas prescrições sobre o que as autoridades brasileiras devem fazer em matéria de ajuste fiscal. Com ampla repercussão nos grandes veículos de comunicação e reações contrárias nas mídias sociais, o relatório trouxe para o centro da cena pública o debate sobre o Banco e sua atuação no país. A projeção midiática de suas prescrições deve ser entendida no quadro (...) - Português / , ,
Categories: CADTM

Haiti: do tráfico de escravos à escravatura económica da dívida

Fri, 01/12/2017 - 16:34
O Haiti converteu-se em 1804 na primeira república negra independente, caso único na história: uma revolta de escravos deu origem a um Estado. O Haiti pagou um preço muito alto e, ainda hoje, é credor da França. Artigo de Jérôme Duval. A pobreza dos países colonizados foi em grande parte aumentada pela transferência de dívidas. As dívidas contraídas pelas potências coloniais junto do Banco Mundial (BM), para rentabilizar melhor as suas explorações coloniais foram depois transferidas, sem o seu (...) - Português / , ,
Categories: CADTM

Eric Toussaint : «As dívidas odiosas da América Latina e da Grécia»

Thu, 23/11/2017 - 17:41
Reeditamos uma entrevista de Eric Toussaint, publicada pelo Le Monde a 18 de novembro de 2017, por ocasião do lançamento do livro Le système dette. O porta-voz do Comité para a Abolição das Dívidas Ilegítimas explica as dificuldades dos Estados que se encontram muito dependentes de matérias-primas. O título original da entrevista é: «A América Latina luta contra o ciclo infernal da dívida há duzentos anos». Doutor em Ciência Política e porta-voz do Comité para a Abolição das Dívidas Ilegítimas (CADTM (...) - Português / , , ,
Categories: CADTM

Declaração final do Seminário «Mulheres, dívidas e microcrédito» efectuado em Bamako de 15 a 19 Novembro 2017

Mon, 20/11/2017 - 21:04
Nós, mulheres da rede CADTM África, vindas de Benim, Burkina Faso, Camarões, Costa do Marfim, Gabão, Guiné-Conacri, Mali, Marrocos, Níger, República Democrática do Congo, República do Congo, Senegal, Togo, bem como Argentina, reunimo-nos para a 3.ª sessão do nosso seminário «Mulheres, dívidas e microcrédito» em Bamako, no Mali, de 15 a 19-11-2017. Desde os anos 1980, as instituições de microcrédito proliferaram no nosso continente africano, tendo na mira particularmente as mulheres. Enquanto a crise mundial (...) - Português / , ,
Categories: CADTM

A montanha de dívidas privadas das empresas estará no âmago da próxima crise financeira

Mon, 20/11/2017 - 12:16
Menos de 10 anos após a falência do Lehman Brothers, ocorrida em Setembro de 2008, estão reunidos os ingredientes para uma nova grande crise. No entanto os governos das principais economias mundiais tinham prometido restabelecer uma disciplina financeira que respeitasse o interesse geral e evitasse novas crises e respectivos efeitos dolorosos para a população. A fim de defender este sistema capitalista que assola a maioria da opinião pública, multiplicaram os anúncios de medidas de peso com vista (...) - Português / , ,
Categories: CADTM

Três vagas de repúdio das dívidas públicas dos EUA no século XIX

Mon, 20/11/2017 - 07:48
Sabia que os governos dos EUA repudiaram por três vezes, com sucesso, as dívidas públicas devidas aos banqueiros privados? Nos anos 1830 quatro Estados dos EUA repudiaram as suas dívidas: Mississippi, Arkansas, Florida e Michigan . Os credores eram principalmente britânicos. Alexander Nahum Sack escreve a este propósito: «Uma das principais razões apresentadas para justificar estes repúdios foi o mau uso dos últimos empréstimos: frequentemente os empréstimos serviram para construir bancos ou caminhos (...) - Português / , ,
Categories: CADTM

A Grécia independente nasceu com uma dívida odiosa

Tue, 14/11/2017 - 13:27
Desde 2010 que a Grécia é o centro das atenções. A crise da dívida, gerada sobretudo pelos bancos privados, não é inédita na história da Grécia independente. Desde 1826 quatro grandes crises da dívida marcaram fortemente a vida dos Gregos. De todas as vezes as potências europeias conluiaram-se para obrigar a Grécia a contrair novas dívidas a fim de reembolsar as antigas. Este conluio das potências ditou à Grécia políticas correspondentes aos seus interesses e aos de uns quantos grandes bancos privados, dos (...) - Português / ,
Categories: CADTM

Repúdio das dívidas soberanas: uma cronologia

Tue, 14/11/2017 - 10:09
Desde o início do século XIX, numerosos Estados perderam a sua autonomia, da América Latina à Tunísia, Egipto, Império Otomano, sem esquecer a Grécia. A dívida foi utilizada como uma arma de dominação e de espoliação. Contrariamente à narração dominante, os países da periferia endividados não são responsáveis pelas crises das dívidas soberanas, que na maioria das vezes têm origem nos países capitalistas mais poderosos e se transformam em crises de grande escala, com impacto nos países periféricos. Não são as (...) - Português
Categories: CADTM

Simón Bolívar no labirinto da dívida

Tue, 14/11/2017 - 09:47
Desde o início da luta pela independência, Simón Bolívar , bem como outros dirigentes independentistas, lançou-se numa política de endividamento interno (que acabou por beneficiar as classes dominantes locais) e de endividamento externo junto dos banqueiros da Grã-Bretanha. A fim de pedir empréstimos no estrangeiro, penhorou uma parte das riquezas da nação e celebrou acordos de livre comércio com a Grã-Bretanha. A maior parte dos montantes emprestados nunca chegou à América Latina, pois os banqueiros (...) - Português / , ,
Categories: CADTM

Centenário da Revolução russa e do repúdio das dívidas

Tue, 07/11/2017 - 18:20
Em Fevereiro de 1918 o repúdio das dívidas pelo governo soviético abalou a finança internacional e suscitou a condenação unânime por parte dos governos das grandes potências. Essa decisão de repúdio inscrevia-se na continuidade do primeiro grande movimento de emancipação social que abalou o império russo em 1905. Este vasto levantamento revolucionário foi provocado pela conjugação de diversos factores: o desastre russo na guerra contra o Japão, a cólera dos camponeses que exigiam terras, a rejeição da (...) - Português / , ,
Categories: CADTM

Carta de Sant'Agata dei Goti

Mon, 30/10/2017 - 16:54
No final da década de 1990, mais de quarenta organizações (entre as quais o CADTM) fizeram uma campanha de sensibilização sobre a dívida dos países do Terceiro Mundo, no seio da coligação Jubilee 2000, a Santa Sé constituiu uma comissão que inclui professores universitários, investigadores e juristas (entre os quais o director da Faculdade de Direito da Universidade de Nápoles), a fim de efectuar um estudo sobre dívida e usura a nível internacional. O documento foi apresentado em Sant'Agata dei Goti a 29 (...) - Português / ,
Categories: CADTM

Quem vai estar na cimeira do «Plano B para a Europa»?

Fri, 20/10/2017 - 14:27
Lisboa será palco da 5ª cimeira do Plano B, que pretende discutir alternativas democráticas à União Europeia da austeridade. Neste artigo, o esquerda.net dá-lhe a conhecer alguns dos dirigentes da esquerda europeia que, nos dias 21 e 22 de outubro, estarão na capital portuguesa. No próximo fim-de-semana, Lisboa será palco da 5ª cimeira do Plano B, que pretende discutir alternativas democráticas à União Europeia da austeridade. Neste artigo, o esquerda.net dá-lhe a conhecer alguns dos dirigentes da (...) - Português / , ,
Categories: CADTM

A reafirmação do repúdio das dívidas é bem sucedida

Fri, 20/10/2017 - 10:58
Antes do início da Conferência de Génova, a Rússia soviética conseguiu assinar tratados bilaterais com a Polónia, as repúblicas bálticas, a Turquia, a Pérsia … Além disso conseguiu estabelecer um acordo comercial com a Grã-Bretanha. Esse acordo, assinado em 1922, validava as leis soviéticas de nacionalização aos olhos dos tribunais britânicos, impedindo que as empresas que transaccionavam com a Rússia fossem molestadas. Durante a Conferência de Génova, a Rússia também foi bem sucedida na assinatura de um (...) - Português / ,
Categories: CADTM

De Genebra a Belgrado: as dívidas públicas no centro dos debates

Fri, 20/10/2017 - 09:54
O CADTM foi convidado a falar em Genebra, 5 de Outubro e em Belgrado, 6 e 7 de Outubro. O programa de actividades foi intenso e muito útil. Genebra, 5 de Outubro: «Debt Conference» Realizou-se em Genebra a segunda edição da Interdisciplinary Sovereign Debt Research and Management Conference, nos dias 5 e 6 de Outubro corrente. Convocado por investigadores universitários (economistas, juristas, sociólogos, entre outros), contou com a participação de uma série de profissionais da finança e (...) - Português / , , ,
Categories: CADTM

Dívida: Lloyd George versus soviéticos

Thu, 19/10/2017 - 13:19
Numa sessão plenária, Lloyd George deu uma resposta que fala por si: «A Rússia pode obter ajuda abundante, mas se quiser obtê-la, não pode comportar-se desta maneira, como se propositadamente quisesse provocar e ultrajar os sentimentos, os preconceitos, os sentimentos da vasta maioria das pessoas (…) Disse preconceitos. Vou citar-vos dois ou três que foram espezinhados no vosso memorando de 11 de Maio. Na Europa Ocidental, quando um homem vende mercadorias a outro, existe um preconceito curioso: (...) - Português / , ,
Categories: CADTM

Em Génova (1922), as contra-propostas soviéticas face às imposições das potências credoras

Tue, 10/10/2017 - 09:08
A 20 de Abril de 1922, Tchitcherine comunica a resposta soviética às propostas ocidentais apresentadas a 15 de Abril. A resposta afirmava que: «A Delegação russa continua a considerar que a situação económica actual da Rússia e as circunstâncias que lhe deram origem justificam plenamente, para a Rússia, a sua libertação total de todas as suas obrigações citadas nas propostas acima mencionadas, pelas razões expostas nas suas contra-reclamações.» Apesar do seu desacordo com as exigências exorbitantes das (...) - Português / , ,
Categories: CADTM